TSF

  • Menu
  • Em Directo
bpn

MP deduziu acusação contra cinco arguidos no âmbito do dossier BPN

O Ministério Público deduziu acusação contra cinco arguidos no âmbito do processo conhecido como "dossier BPN" pelos crimes de burla qualificada, abuso de confiança e fraude fiscal qualificada.

PUB

No comunicado assinado por Cândida Almeida, responsável pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), a PGR refere que um dos arguidos é uma pessoa coletiva.

A PGR não identifica, no entanto, nenhum dos novos cinco arguidos.

No entanto, segundo a edição online do jornal Sol, Arlindo de Carvalho, ex-ministro da Saúde do PSD, pode estar entre os cinco novos arguidos.

O jornal aponta ainda os nomes de Oliveira e Costa, ex-presidente do BPN, José Neto, empresário e sócio de Arlindo de Carvalho, e Ricardo Oliveira, advogado que liderou negócios imobiliários financiados pelo BPN.

A edição online do Diário Económico adianta que o processo em causa teve origem numa queixa apresentada pelo grupo BPN/SLN, no qual são referidos factos relacionados com vários negócios que envolviam financiamentos para a compra de bens imóveis ou de sociedades detentoras de imóveis.

O MP fez ainda um pedido cível no total de 15.385.949,69 euros.

Notícia atualizada às 15h00

  COMENTÁRIOS