Empresas

Presidente da Águas de Portugal demite-se

O pedido de renúncia ao cargo de presidente da Águas de Portugal foi entregue, esta segunda-feira, por Pedro Serra à ministra do Ambiente, confirmou à TSF o gabinete de Assunção Cristas.

De acordo com o jornal Correio da Manhã, outros dois administradores executivos da empresa, Justino Carlos e António Silva Branco, também se teriam demitido. Contudo, o gabinete da ministra do Ambiente garante que apenas o presidente decidiu abandonar o cargo.

A Águas de Portugal, detida pelo Estado, está entre as empresas que o Governo pretende alienar. Assunção Cristas garantiu, na semana passada no Parlamento, que o que está em causa será unicamente a privatização da gestão e não do bem público, ou seja, a água.

  COMENTÁRIOS