Assembleia República

PSD e CDS satisfeitos com audições sobre secretas

A social-democrata Teresa Leal Coelho e o democrata-cristão Telmo Correia entendem que as informações prestadas nestas audições foram «muito úteis» e «muito relevantes».

O PSD e CDS consideraram satisfatórias as audições desta sexta-feira relativas ao caso das secretas foram esclarecedoras, audições que foram requeridas pelos socialistas.

Após seis horas de audições, a deputada social-democrata Teresa Leal Coelho considerou que estas foram «muito úteis e qualquer dos três responsáveis que ouvimos sossegaram-nos no que diz respeito aos procedimentos que estão em curso».

«Tivemos aqui uma nota positiva sobre as medidas que foram adotadas», adiantou esta parlamentar do PSD, uma opinião partilhada também pelos democratas-cristãos.

O deputado Telmo Correia explicou que foram prestadas informações «muito relevantes em relação a que do ponto de vista da lei e da competência dos órgãos que intervieram foi feito tudo o que era possível e necessário para que essa confiança e credibilidade pudesse ser adquirida e restaurada».

Os dois partidos da maioria governamental estão também de acordo que deve agora dar-se início a um novo processo legislativo para melhorar alguns aspetos como o sistema de fiscalização e as transições entre serviços.

Teresa Leal Coelho defendeu ainda «instrumentos que permitam introduzir condições de seleção de funcionários e trabalhadores de serviços em condições de assegurar o perfil adequado ao desempenho da missão».

Esta deputada também está a favor de «condições de fiscalização permanente e monitorização dos serviços e da manutenção das qualidades necessárias por parte dos trabalhadores dos serviços para que se mantenham nas missões com salvaguarda do segredo de Estado e recato adequado».

  COMENTÁRIOS