Política

Rui Rio diz que caminho seguido por Sócrates é «errado»

O presidente da Câmara do Porto discorda com a construção das três linhas de TGV, numa altura em que é difícil às empresas obter crédito. Numa reacção à entrevista de José Sócrates à TSF e ao DN, Rui Rio recusou indicar qual a ligação que considera prioritária, mas sublinhou que o caminho escolhido pelo primeiro-ministro é «errado». 

O presidente da Câmara do Porto considerou, este sábado, um «erro» avançar com a construção das três linhas de TGV, numa altura em que as empresas têm dificuldade em conseguir crédito.

«Não é a política correcta, em termos de investimento público, fazê-los todos agora, todos em força, e secar o crédito às empresas», defendeu o autarca.

Por isso, sublinhou, «temos de ser muito selectivos, mas não me pergunte se hei-de fazer a linha A ou B, este investimento ou aquele».

O vice-presidente do PSD criticou ainda o rumo que o Governo está a seguir, considerando que, com a actual política, o país não pode ter esperança.  

«O que o sr. primeiro-ministro disse é mais do mesmo, e isso é preocupante. Se não formos capazes de iverter a política, o país não vai mudar», concluiu.

  COMENTÁRIOS