TSF

  • Menu
  • Em Directo
saúde

Cinco médicos colombianos chegaram a Abrantes e Sardoal

O director executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Zêzere informou à Lusa a chegada de cinco médicos colombianos a Abrantes e Sardoal, os concelhos daquela área mais afectados pela falta de profissionais de saúde.

PUB

Com uma área de intervenção de cerca de 1.800 quilómetros quadrados para uma população de 170 mil pessoas, o ACES do Zêzere engloba os centros de saúde de Abrantes, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Tomar e Vila Nova da Barquinha, quase todos eles apresentando um défice de médicos de clínica geral.

Em declarações à agência Lusa, o director executivo do ACES Zêzere, Fernando Siborro, afirmou que a chegada dos cinco especialistas colombianos, quatro médicos e uma médica, para exercerem em Abrantes (quatro profissionais) e Sardoal (um profissional) vai «minimizar em muito» o problema hoje vivido pelas populações.

«Temos hoje cerca de 18 mil pessoas sem médico de família nos concelhos de Abrantes e Sardoal e a chegada destes profissionais vai permitir o acesso a cuidados médicos de saúde a mais de 10 mil pessoas», vincou, acrescentando que com mais três médicos a situação «ficaria normalizada» naquele agrupamento de centros de saúde.

O alojamento dos cinco médicos está a decorrer «provisoriamente» nas instalações da Pousada da Juventude de Abrantes, adiantou o responsável, afirmando que aqueles profissionais assinaram contratos de trabalho válidos por três anos.

«No início da semana vão começar a ambientar-se aos locais de trabalho e dentro de um mês deverão começar a exercer», acrescentou.

  COMENTÁRIOS