Saúde

Dádivas de sangue aumentaram no verão

No verão aumentou a procura de jovens para fazerem a doação benévola. Uma tendência hoje divulgada e aplaudida pelo presidente do Instituto Português de Sangue.

O presidente do Instituto Português de Sangue, Hélder Trindade, disse esta terça-feira à TSF que o Banco de Sangue passou o verão sem sobressaltos.

Depois de ter assinalado um quebra de dádivas na ordem dos 16 por cento, as campanhas resultaram num verão sem queixas por parte dos hospitais e deste modo, sublinha o presidente do Instituto Português de Sangue, Portugal tem hoje três mil unidades de sangue acima da linha de segurança.

«Tivémos 8486 dadores novos, o que corresponde a um aumento de 18,5 por cento, o que é extremamente interessante. Mas ainda mais interessante é que estes novos dadores, que durante o verão fizeram estas dádivas, tinham uma média de idades de 33 anos nas mulheres e 34 anos nos homens», revelou.

Ainda assim, Hélder Trindade apela a que não se baixe o esforço de dádivas.

  COMENTÁRIOS