Saúde

Empresa que colocou enfermeiros no SNS defende anulação de concursos

João Vilaça Ramos, administrador da MedicSearch, culpa o Estado por promover baixos salários para os enfermeiros e diz-se mesmo «revoltado» com a situação.

Uma das empresas responsáveis pela colocação de enfermeiros a menos de quatro euros por hora no Serviço Nacional de Saúde considera que os concursos públicos deviam ser anulados.

Em declarações à TSF, o administrador da MedicSearch diz que esta anulação deveria ser feita para promover pagamentos dignos e culpa o Estado pelos baixos valores pagos.

João Vilaça Ramos disse estar «revoltado» com esta situação e explicou que se deve perceber que a «metodologia utilizada está completamente errada».

«Façam concursos bem feitos sem ser com documentos Word sem serem assinados atabalhoadamente no final do mês quando tiveram muito temnpo para fazer isso», adiantou.

Este administrador adiantou ainda que seriam rejeitadas todas as propostas que propusessem valores 50 por cento abaixo dos 8,5 euros por hora «por serem anormalmente baixas».

«Esta indicação que é dada a um mercado livre em que as empresas competem entre si é dizer que os preços vão descer a esse nível ou próximo desse nível e foi o que aconteceu», explicou.

  COMENTÁRIOS