Portugal

Ministério da Saúde não permite racionamento nos cuidados de saúde

O Secretário de Estado Adjunto da Saúde garantiu no Fórum TSF que o governo defende decisões transparentes e de acordo com as melhores práticas médicas.

Fernando Leal da Costa reagiu ao relatório do Observatório dos Sistemas de Saúde com uma garantia. No Fórum TSF, o secretário de Estado Adjunto da Saúde afirmou «não estar a racionar nos cuidados de saúde», acrescentando que o govenro pretende, apenas, que seja gasto dinheiro em tratamentos cuja eficácia está demonstrada.

  COMENTÁRIOS