forças de segurança

Dez feridos na manifestação que decorreu junto ao Parlamento (vídeo)

Dez feridos e duas pessoas identificadas por desacatos é o resultado da manifestação dos profissionais das forças e serviços de segurança que terminou na Assembleia da República.

Segundo o porta-voz do Metropolitano da PSP, Rui Costa, dez pessoas foram assistidas pelo INEM: seis polícias e quatro manifestantes.

Elementos das forças de segurança em protesto derrubaram, cerca das 20:25, as barreiras metálicas de segurança colocadas em frente à Assembleia da República, onde decorreu uma manifestação convocada pela Comissão Coordenadora Permanente, e subiram parte da escadaria.

Os elementos do Corpo de Intervenção da PSP, munidos de bastões, desceram as escadarias e foram ao encontro dos milhares de manifestantes de seis forças e serviços de segurança.

Pouco antes das 21:00, os coordenadores do cordão de segurança chamaram a Comissão Coordenadora dos Sindicatos e Associações dos Profissionais das Forças e Serviços de Segurança para que apelassem aos manifestantes para recuar, o que acabou por suceder.

Entretanto, a organização da manifestação dos profissionais de segurança deu por encerrado o protesto, cerca de duas horas depois de terem chegado à Assembleia da República.

«Esta organização dá por terminada a manifestação», disse um dos elementos dos sindicatos da polícia às 21:40, declaração que foi seguida por fortes assobios por parte dos manifestantes.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS