Incêndios

Sobe para 62 número de vítimas mortais. Mantêm-se 4 frentes ativas

Num ponto da situação às 23h há mais uma vítima mortal, subindo para 62. A ministra da Administração Interna diz que bens alimentares doados são suficientes e começam a criar dificuldades logísticas.

A Ministra da Administração Interna agradece a onda de solidariedade, mas diz que os bens alimentares doados são suficientes e começam a criar dificuldades logísticas. Num ponto de situação às 23h, Constança Urbano de Sousa disse que o IC8 já foi reaberto, no entanto a EN2 está cortada ao trânsito. O incêndio de Pedrogão Grande mantém-se com quatro frentes ativas.

As zonas de maior preocupação continuam a ser: Pampilhosa e Góis (com cinco frentes ativas). A ministra afirmou que "este é o momento de cerrar fileiras e combater; depois será o momento de avaliar o que aconteceu e tirar conclusões. Este é o momento de dor, solidariedade e apoio".

A responsável afirmou também que a Polícia Judiciária está a concluir o processo de identificação das vítimas.

Num balanço às 20h, Constança Urbano de Sousa apelou às populações para que não resistam e sigam as orientações das autoridades. Constança Urbano de Sousa afirma que tem havido resistência e considera "inadmissível qualquer tipo de resistência às ordens das autoridades no terreno".

Num ponto da situação às 19h, a responsável contabiliza 61 mortos, 62 feridos, 5 aldeias evacuadas, o incêndio mantém-se com quatro frentes ativas e o IC8 que tinha sido reaberto esta tarde voltou a ser cortado. Entre os feridos graves, 10 são operacionais e destes quatro estão em estado grave.

Constança Urbano de Sousa sublinha que ainda "há partes que não foram vistas pelas autoridades" e diz que várias aldeias foram evacuadas por precaução devido ao fumo intenso. Sublinhou ainda a criação de uma Linha Nacional de Emergência: 144, linha que serve exclusivamente para pessoas que precisem de alojamento.

Amanhã os meios no terreno vão contar com 100 operacionais vindos de Espanha e mais meios aéreos (dois franceses e quatro espanhóis). Estão no terreno um total de 834 operacionais e 258 viaturas.

A MAI explicou que os concelhos mais afetados são Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera. Para esta noite espera que as condições melhorem.

  COMENTÁRIOS