Incêndios

Dominado fogo em Alvaiázere

O incêndio que começou na sexta-feira em Alvaiázere, distrito de Leiria, foi dado como dominado hoje às 10h18, informou a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Paulo Santos, referiu à agência Lusa que um carro de bombeiros da corporação local "tombou lateralmente" no combate às chamas, provocando ferimentos ligeiros em cinco bombeiros.

De acordo com a mesma fonte, mantêm-se 182 operacionais no terreno para operações "de consolidação do rescaldo".

Paulo Santos disse ainda que há a probabilidade de "reativação de alguns dos incêndios dominados, mas, tendo em conta os meios instalados, o combate inicial será muito mais rápido", acreditando-se que os fogos dominados sofram pouca evolução.

De momento, encontram-se ativos dois incêndios.

Às 11h30, um fogo lavrava em Cinfães, distrito de Viseu, "sem oferecer perigo", mas em local de difícil acesso, e outro em Póvoa de Lanhoso, distrito de Braga, sendo que cada um dos incêndios mobilizava menos de 100 operacionais, referiu o comandante da ANPC.

Segundo Paulo Santos, registaram-se vários focos de incêndio durante a noite nos concelhos de Alvaiázere e de Pombal, sublinhando que, entre as 00h e as 8h, foram contabilizados "55 focos de incêndio" no território nacional.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara de Alvaiázere, Célia Marques, realçou que os focos de incêndio que foram sendo registados durante a noite e manhã no concelho "surgiram em sítios completamente opostos", rejeitando a possibilidade de terem sido resultado de projeções.

"Há suspeitas de que haja atuação criminosa", vincou a autarca, considerando que o próprio combate ao fogo foi mais complicado face à necessidade de dispersão dos meios para combater focos de incêndio que iam surgindo "em vários pontos do concelho".

  COMENTÁRIOS