tires

Investigação ao acidente de Tires envolve peritos de cinco países

Peritos de quatro países, além de Portugal, estão envolvidos na investigação ao acidente aéreo de Tires. Suíça, França, Estados Unidos e Canadá.

Uma nota na página do gabinete que investiga acidentes com aeronaves e comboios explica porquê. Suíça, porque o avião tinha matrícula suíça e o piloto era suíço. França, porque os passageiros eram franceses. Estados Unidos, porque foi lá que o corpo do avião e as hélices foram fabricadas. E Canadá, porque foi nesse país que foram construídos os motores.

A nota sublinha o que define como larguíssima experiência e competência técnica destes peritos na investigação de acidentes aéreos. E adianta que não é a primeira vez que participam em trabalhos do género em Portugal.

Na segunda-feira, um avião particular, propriedade de uma empresa suíça de produtos de ortopedia, caiu numa zona residencial em Tires. Morreram cinco pessoas, os quatro ocupantes do avião e um homem que estava a descarregar no parque de estacionamento de um supermercado.

  COMENTÁRIOS