Sociedade

Ministério Público está a investigar caso do bebé que morreu na Guarda

Uma mulher perdeu o bebé nas urgências do Hospital da Guarda. Fala em falta de assistência.

O Ministério Público instaurou um inquérito ao caso do hospital da Guarda. Uma grávida de 37 semanas terá perdido o bebé por falta de assistência nas urgências do hospital. A informação foi confirmada à TSF pelo gabinete da Procuradoria Geral da República.

Também o ministro da Saúde garante que está a acompanhar este caso. Garantia dada, esta tarde, por Adalberto Campos Fernandes, no parlamento.

O Hospital da Guarda também abriu um processo para apurar responsabilidades para averiguar o que se passou.

  COMENTÁRIOS