iphone

O novo iPhone é a cara do dono

Acaba o botão para a impressão digital. Para desbloquear o telefone basta olhar para ele. O Face ID é a grande novidade do iPhone X apresentado hoje pela Apple.

Um motor no processador - neural engine - faz centenas de milhar de operações por segundo para poder reconhecer a face. Basta levantar o telefone e olhar. O telemóvel reconhece o dono. Com a impressão digital estima-se que uma pessoa em cinquenta mil possa desbloquear um telemóvel. A segurança aumenta em muito afirma a empresa. Com esta nova tecnologia a possibilidade de alguém, que não o dono, desbloquear o telemóvel, aumenta para um milhão.

o tema All you need is love estreou o novo anfiteatro. The Beatles deram o mote para um discurso emocionado de Tim Cook, o actual presidente da Apple Inc. Ouviu-se depois uma gravação de Steve Jobs «temos de ser verdadeiros com o que somos» e uma lágrima aflorou nos olhos de Tim Cook : «Adoro ouvir a voz dele. E é justo que seja o Steve a inaugurar o seu anfiteatro».

Depois da breve homenagem ao fundador seguiu-se a apresentação dos novos produtos, quatro ao todo. A apresentação incluíu também o novo WatchOS 4 , a nova Apple TV, e ainda os iPhone 8 e iPhone 8 Plus. mas o destaque foi todo para o iPhone X (dez em numeração romana).

O ecrã ocupa quase toda a face do aparelho. Tem uma moldura muito fina e tecnologia OLED (o diodo que emite luz e é a tecnologia que as telas mais avançadas usam, existe inclusive em formatos curvos e flexíveis). Partindo dos números técnicos: a imagem é melhor, tem mais densidade de pixels e o telemóvel também vai tirar melhores fotografias. Usa duas câmaras com estabilização ótica. O processador é mais evoluído.

Uma questão prática é o carregamento. Pode ser feito sem usar cabo, basta encostar. O os outros dois iPhones lançados também vão permitir carregar sem fios.

Na apresentação do iPhone 8, também com câmara melhorada, ficámos a saber que um protótipo andou por terras lusas. Uma das fotos exibidas tinha uma modelo de costas com vestido laranja, virada para a ponte 25 de abril (em grande plano) com o Cristo Rei ao fundo.

Em relação ao novo modelo do Apple Watch entre as novidades estão a possibilidade de o usar realmente como um telefone. À maneira dos agentes secretos. Se tiver deixado o telemóvel no quarto e estiver na piscina pode atender e fazer chamadas a partir do relógio a uma distância considerável.

As palavras finais da apresentação foram de novo para o mentor da Apple. Tim Cook encerrou dizendo :
«Creio que Steve Jobs teria orgulho no trabalho que estamos a fazer».

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS