Sociedade

Prémio Maria de Lurdes Pintasilgo: elas no mundo cada vez menos deles

Atribuído pela primeira vez, Maria da Graça Carvalho e Inês Godet são as vencedoras de um prémio atribuído pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa.

Tem o nome de Prémio Maria de Lurdes Pintasilgo, apresentada como um exemplo para a sociedade portuguesa pelos seus contributos quer na área académica, quer na área social.

O Instituto Superior Técnico de Lisboa decidiu, assim, premiar anualmente duas mulheres ali formadas, tal como a antiga primeira-ministra. Uma é recém-licenciada, a outra tem já um percurso mais avançado.

Na primeira edição do título, as eleitas foram a antiga ministra da Ciência e Ensino Superior, engenheira mecânica de formação - Maria da Graça Carvalho. De uma geração mais recente, a escolhida foi Inês Godet, engenheira química, que frequenta atualmente um doutoramento nos Estados Unidos, na "Johns Hopkins University".

As duas premiadas pelo Instituto Superior Técnico conversaram com a TSF, a quem revelam os seus percursos distintos e a surpresa de a partir de agora partilharem um prémio que pretende distinguir exemplos de qualidade científica do sexo feminino.

  COMENTÁRIOS