Sociedade

TVI responde a processo instaurado pela ERC

A TVI lançou um comunicado a defender-se do processo aberto pela Entidade Reguladora da Comunicação Social pela cobertura jornalística do incêndio de Pedrógão Grande feita pela estação televisiva.

A Direção de Informação da TVI emitiu, esta segunda-feira, um comunicado a retaliar os motivos que terão estado na base da abertura de "um processo de averiguações sobre a cobertura jornalística dos acontecimentos em Pedrógão Grande", pela Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC).

A estação televisiva pede esclarecimentos ao regulador e que acusa-o de "ensaiar julgamentos morais com critérios que não são explicados".

"A Direção de Informação da TVI não recebe lições de ninguém sobre sensibilidades profissionais", lê-se no comunicado da TVI, que prossegue apontando exemplos de algumas práticas menos éticas levadas a cabo por outros órgãos de comunicação social.

A estação televisiva acrescenta ainda que "tem procurado respeitar a dor de quem sofre, sem a esconder [...] num esforço de contenção, sem prejuízo do rigor".

A ERC instaurou, esta segunda-feira, um processo à TVI por causa da forma como foi tratado o tema dos fogos em Pedrógão Grande, alegando ter recebido "mais de 100 participações que contestam o plano televisivo em que aparece um dos cadáveres da tragédia", numa reportagem da estação televisiva.

Sobre o plano televisivo contestado, a TVI afirma que a "circunstância confere um evidente relevo informativo, que não compete ao regulador definir".

  COMENTÁRIOS