Turismo

Uma "app" para gerir melhor o fluxo de turistas

Em breve, os turistas vão ter uma aplicação que vai ajudar a evitar filas de espera dos espaços que querem visitar. Um projeto que está ser testado em Ávila.

Chama-se SH City. "S" de Smart e "H" de Heritage. O objetivo é, como dá a entender o próprio nome, tornar o património histórico gerível de forma inteligente. O projeto inclui profissionais de Portugal, Espanha e França.

O coordenador João Martins explica que a ideia é informar os visitantes sobre o congestionamento do museu ou monumento que querem visitar. Os turistas podem assim evitar filas de espera.

Esta aplicação vai permitir também ajudar os gestores dos espaços históricos a controlar a afluência a cada local. Ávila foi a cidade espanhola escolhida para projeto-piloto por ser uma zona murada com património histórico.

O projeto é financiado por um programa europeu. Em Portugal, para além do apoio da Universidade Nova de Lisboa, o projeto conta ainda com a parceria da Direção Regional de Cultura do Norte, a Câmara de Cascais e a Parques de Sintra. Estes dois espaços deverão integrar a aplicação em breve.

  COMENTÁRIOS