GNR

GNR diz que jogo da Baleia Azul está a fazer vítimas entre os adultos

Ouvida pela TSF, A GNR esclarece que recebeu duas queixas de adultos e ainda 18 denúncias de familiares de adolescentes. A GNR reencaminha os casos para a PJ e tenta identificar o site utilizado.

A GNR tem recebido denúncias sobre jovens mas também dois adultos que se viram envolvidos no jogo da baleia Azul." Há 20 situações denunciadas por pais, familiares e pelos próprios atingidos".

O Major Paulo Poiares, responsável pela área dos programas especiais da Guarda Nacional Republicana, onde se inclui o Escola Segura, alerta para as consequências de um jogo que se está a tornar viral.

Por enquanto, entre os casos, não há nenhuma morte a assinalar." Há automutilações", diz este oficial da Guarda Nacional Republicana.

Quando recebe as denúncias, a GNR reencaminha o caso para a Polícia Judiciária mas tenta também "identificar o site, reencaminhar o jovem para o hospital e alertar a família". Segundo Paulo Poiares, a função da família é essencial porque mesmo que um Perfil esteja bloqueado é possível os "curadores" do jogo criarem outro perfil e entrarem novamente em contacto com as vitimas.

Devido à existência desta situação a GNR criou uma apresentação especial nas escolas sobre o jogo da Baleia Azul.

O Major Paulo Poiares lembra que há outras brincadeiras ou jogos em que são feitos vídeos, colocados na Internet e replicados pelos os jovens. Por exemplo, levar ao extremo a técnica da asfixia, estando sem respirar o maior tempo possível, ou a "moda" de fazer pressão ou dar um soco no peito de outro, levando-o ao desmaio. "São jogos de especial risco para a saúde", diz o Major, salientando que estas tendências seguidas pelos jovens por vezes têm maus resultados.

  COMENTÁRIOS