TSF

  • Menu
  • Em Directo
ambiente

Morreu a tartaruga "Lonesome George"

A tartaruga "Lonesome George", o último exemplar de uma subespécie de tartarugas gigantes das ilhas Galápagos (Equador), e que se estimava ter cem anos, foi encontrada hoje morta, de acordo com o Parque Nacional das Galápagos.

PUB

"Lonesome George" era o único sobrevivente da subespécie de tartarugas gigantes "Chelonoidis Abingdoni", da ilha Pinta, Galápagos.

A tartaruga foi resgatada em 1972 por um grupo de caçadores e passou a fazer parte de um programa de criação em cativeiro daquele parque nacional do Equador.

Ainda foi tentada a reprodução com outras subespécies, mas os resultados foram infrutíferos.

A morte de "Lonesome George" é de causa desconhecida, mas o Parque Nacional pondera embalsamar o corpo da famosa tartaruga que todos os anos atraiu milhares de visitantes, entre eles os actores Brad Pitt e Angelina Jolie.

O arquipélago das Ilhas Galápagos foi declarado Património Nacional da Humanidade pela UNESCO pela riqueza da flor e fauna locais.

  COMENTÁRIOS