TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
cinema

Saúde de Manoel de Oliveira evolui favoravelmente, dizem médicos

Os médicos do Hospital de Gaia explicaram que o realizador teve já uma «franca melhoria clínica» e que, apesar dos problemas cardíacos, poderá ter alta dentro de menos de uma semana.

PUB

Os médicos do Hospital de Gaia indicaram, este sábado, que o estado de saúde de Manoel de Oliveira é «estável e satisfatório», estando este a evoluir favoravelmente.

Em declarações aos jornalistas, o diretor clínico deste hospital confirmou que o cineasta entrou no Hospital de Gaia pelas 16:00 de sexta-feira com uma insuficiência cardíaca congestiva descompensada com uma infeção respiratória.

«Apesar de apresentar sinais de dificuldade respiratória grave», Jorge Santos explicou que, depois de lhe terem sido administrados tratamentos, o estado de saúde do realizador teve uma «franca melhoria clínica».

Manoel de Oliveira, que segundo os médicos é «portador de patologia cardíaca grave, nomeadamente, doença valvular e coronária», vai continuar a ser observado na unidade de cuidados intensivos coronários do Hospital de Gaia.

O diretor do Serviço de Cardiologia deste estabelecimento hospitalar adiantou ainda que o realizador esteve pela segunda vez no Hospital de Gaia em três dias, isto depois de ter sofrido uma «arritmia grave».

«Foi tratado com choque elétrico e o ritmo cardíaco foi restabelecido e a parte cardíaca melhorou», explicou Vasco da Gama Ribeiro, que confirmou que o cineasta teve uma «traqueobronquite e uma infeção respiratória».

Vasco da Gama Ribeiro, que chamou à atenção para a avançada idade do realizador, disse também que espera que Manoel de Oliveira, que está consciente e pode receber visitas dos familiares mais próximos, possa ter alta em menos de uma semana.

O realizador de 103 anos terá já pedido para ter alta o mais rapidamente possível, uma vez que diz ter muito trabalho para fazer.

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão