Canadá

Estudo revela que obesidade não tem de ser sinónimo de doença

As pessoas com excesso de peso que levam uma vida saudável podem viver tanto como as magras e estão até menos propensas a desenvolver problemas cardiovasculares, segundo um estudo da Universidade de York, Canadá.

Os investigadores estudaram seis mil americanos obesos durante 16 anos e compararam o seu risco de mortalidade com o de pessoas magras.

«Os nossos resultados questionam a ideia de que todos os obesos necessitam de perder peso», afirmou Jennifer Kuk, professora na escola de York de Cinesiologia e Ciência da Saúde, coordenadora do estudo publicado na revista "Fisiologia, Nutrição e Metabolismo".

Segundo Kuk, tentar perder peso e fracassar pode ser pior para a saúde do que manter peso elevado e levar um estilo de vida saudável que inclua alguma actividade física e uma dieta equilibrada com muita fruta e verdura.

O estudo revelou que as pessoas obesas com poucos ou nenhum problema físico ou psicológico e que entram na idade adulta já com esse peso a mais tentam menos vezes fazer uma dieta durante a sua vida e têm mais facilidade em ser fisicamente activas.

  COMENTÁRIOS