violência escolar

Jovem de 15 anos suicida-se e deixa como razão ser vítima de bullying

O Correio da Manhã conta a história de um jovem de 15 anos, que se suicidou em Adaúfe, no concelho de Braga. O rapaz era vitima de bullying, recebia apoio psicológico na escola e a familia exige agora que se apurem todas as causas.

A Escola EB 2,3 de Palmeira garante que o caso está a ser averiguado. O Correio da Manhã adianta que as autoridades policiais têm no processo, as duas cartas que Nélson Antunes deixou, antes de se suicidar no fim-de-semana.

Uma carta era para a mãe, a outra para a namorada e nelas o jovem de 15 anos explicava os motivos para pôr termo à vida.

Pelo que contam os vizinhos, ouvidos pelo Correio da Manhã, Nélson queixava-se com frequência da forma como era tratado na escola, em Palmeira, concelho de Braga, admitindo mesmo que um dia acabaria por desistir.

Nélson recebia apoio psicológico na escola, onde seria vitima de bullying por parte de alguns colegas. Um amigo conta que certo dia, Nélson foi mesmo despido no recreio da escola.

A família do rapaz de 15 anos não quer prestar declarações, mas exige que as causas do suicidio sejam investigadas até às últimas consequências.

  COMENTÁRIOS