TSF

  • Menu
  • Em Directo
telecomunicações

Rede ilegal de telecomunicações desmantelada

Técnicos da PT, acompanhados de inspetores da ANACOM e de agentes da GNR, estão a desmantelar uma rede ilegal de telecomunicações que operava no Norte.

PUB

Em causa está um operador não licenciado, pirata, que distribuía televisão por cabo e Internet utilizando infra-estruturas de outros operadores de telecomunicações nos concelhos de Viseu, Moimenta da Beira e Vila Nova de Paiva.

Casas, cafés e outros estabelecimentos públicos dos concelhos de Vila Nova de Paiva, Viseu e Moimenta da Beira adquiriam o serviço de comunicações mediante o qual pagavam 15 euros só pelo serviço de Internet acrescido de 10 euros para a televisão por cabo cujo serviço incluía os canais pagos.

Porém, não havia contratos nem faturas. Serão centenas os clientes deste operador, pirata, que, como Maria Alice, ouvida pela TSF, ficaram surpreendidos com a ação das autoridades.

O sinal era distribuído através de fibra óptica e de uma rede sem fios. A denúncia terá partido da própria Portugal Telecom, o operador que detém a concessão do serviço público telefónico cujos técnicos se terão apercebido da distribuição do sinal de comunicações.

Os técnicos e agentes da GNR estão a seguir o cabo de fibra óptica e depois, com mandatos judiciais, procedem à apreensão de routers e boxes, os equipamentos que permitiam receber o sinal de comunicações. O proprietário da rede foi detido, pela GNR, para averiguações.

A PT não presta esclarecimento porque a operação está a ser dirigida pela Autoridade Nacional de Telecomunicações que adiou esclarecimentos para mais tarde.

  COMENTÁRIOS

Em Directo

Registe-se e receba diariamente a nossa Newsletter