TSF

  • Menu
  • Ouvir Emissão
gnr

Sete mortos e 20 feridos graves ao fim de dois dias na Operação Páscoa

A GNR confirmou que sete pessoas morreram e 20 ficaram gravemente feridas na sequência de 542 acidentes em dois dias da Operação Páscoa.

PUB

Sete mortos e 20 feridos graves é o balanço de vítimas em dois dias da Operação Páscoa da GNR, confirmou o tenente-coronel Carlos Mota, em declarações à TSF.

Este elemento da GNR indicou ainda que desde quinta-feira registaram-se 542 acidentes e que resultaram ainda em 166 feridos leves.

«É de prever que o maior afluxo de trânsito se registe não hoje mas nos próximos dois dias. Nunca é de mais lembrar que os automobilistas preparem a viagem com antecedência», acrescentou.

Relativamente ao atropelamento de um grupo que participava numa procissão em Vila Chã do Marão (Amarante), o tenente-coronel Carlos Mota confirmou a existência de «três mortos, oito feridos graves e quatro feridos ligeiros».

«Ter-se-á verificado uma manobra menos adequada face às condições da via e terá havido um atropelamento fortuito», acrescentou este elemento da GNR.

Carlos Mota, que adiantou que esta acidente se verificou numa estrada com um declive acentuado, explicou ainda que o condutor não apresentava álcool no sangue e que foi já foi detido, identificado pelas autoridades e que será presente a tribunal.

  COMENTÁRIOS

Ouvir Emissão