Jogos Olímpicos

Miguel Maia vai ser porta-estandarte em Sidney

O capitão da equipa nacional de Voleibol de Praia, Miguel Maia, foi escolhido para porta-estandarte da delegação portuguesa na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, que decorrerá no dia 15, em Sidney.

Miguel Maia vai ser o porta-estandarte da missão portuguesa nos Jogos Olímpicos de Sidney, na cerimónia inaugural de 15 de Setembro.

Em declaraçãos à TSF, o atleta disse que «não esperava esta nomeação» que considerou «um motivo de orgulho».

Miguel Maia disse ter «ficado muito lisonjeado» com a escolha, que considerou «um prémio à dedicação e empenho que tenho tido ao longo de todas as épocas que tenho feito». O atleta acrescentou que a escolha «tem um significado muito importante, pois vou ser a cara do país».

O capitão da equipa nacional de voleibol de praia que participará nos jogos foi escolhido pelo chefe da missão portuguesa, Marques da Silva, com base em critérios pré-definidos como, por exemplo, o facto de os atletas estarem já na Aldeia Olímpica na data da cerimónia de abertura dos jogos.

Outros critérios são a influência do desfile no programa de treinos e de competição, a rotatividade entre atletas das várias modalidades, notoriedade pública, postura individual e perfil desportivo.

O atleta do Sporting de Espinho, de 29 anos, faz habitualmente equipa com João Brenha. A dupla foi a grande sensação da competição de Voleibol de Praia nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, tendo estado muito perto de conquistar uma medalha, classificando-se em quarto lugar.

A escolha de Miguel Maia fará com que uma modalidade de praia esteja em lugar de destaque numa competição disputada num país com fortes tradições em desportos de praia, como é o caso da Austrália.