Negócios

PT Multimédia adquire totalidade da Lusomundo

O Grupo Lusomundo foi vendido à Portugal Telecom. Consumou-se assim o negócio que passa a totalidade do grupo de Luís Silva para as mãos da PT Multimédia. A PT já detinha 42 % do capital, agora adquiriu os restantes 58% por 267 milhões de euros.

A PT Multimédia, através de um acordo com a CINVESTE, adquiriu 58% da holding que controla a Lusomundo por 267 milhões de euros, ou seja 53 milhões de contos. Segundo um comunicado da empresa a anunciar oficialmente o negócio, a transacção está ainda sujeita à aprovação da Direcção Geral do Comércio e da Concorrência.

Fazem parte do grupo Lusomundo o Diário de Notícias (DN), Jornal de Notícias (JN), 24 Horas, Tal e Qual e jornais regionais como o Açoreano Oriental e o Jornal do Fundão. Entre as revistas temáticas destacam-se a Grande Reportagem, Volta ao Mundo e Viver com Saúde. A estação de rádio TSF e o portal Lusomundo.net pertencem igualmente à Lusomundo.

No âmbito do entretenimento, a Lusomundo detém 108 salas de cinema em Portugal, é líder em Espanha, com 67 salas abertas ao público e detém os direitos de cinema com a United Internacional Pictures e Buena Vista Internacional.

No mercado de vídeo tem «uma relação de longa data» com a Warner Home Vídeo, Buena Vista Internacional, Columbia, Paramount entre outros. A Lusomundo detém os direitos de distribuição de mais de 3 mil títulos para cinema, vídeo e DVD e é o distribuidor em Portugal da Sony Playstation.

As receitas da Lusomundo totalizaram 282 milhões de euros em 1999, segundo anuncia a PT M, sendo que o sector dos media representa 70% das receitas totais da empresa.

A PT esclarece que o coronel Luís Silva passa a ser «um accionista de referência» na empresa e que este vai subscrever acções na quinta fase de privatização da Portugla Telecom.