Jorge Sampaio

Cimeira dos Açores é positiva se valorizar ONU

A Cimeira dos Açores, que reunirá amanhã Bush, Blair e Aznar, será positiva se for encarada como «a derradeira tentativa para valorizar as Nações Unidas» na resolução da crise iraquiana, defendeu Sampaio. O PR vê este encontro como «a última oportunidade para a paz».

«Se olharmos para a Cimeira como uma derradeira tentativa para valorizar ainda as Nações Unidas, como espero que aconteça, sim, é positivo», afirmou o Presidente da República num comentário ao encontro que vai reunir, domingo, George W. Bush, Tony Blair e José Maria Aznar, na Base das Lajes.

«A necessidade de desarmar o regime de Saddam parece-me evidente. Espero que isso seja possível no quadro das Nações Unidas», acrescentou Sampaio, frisando que é «pela paz e não pela guerra».

«Devemos dar todas as oportunidades à paz mesmo quando os acontecimentos estão no fio da navalha», comentou o Chefe de Estado, que considera a Cimeira como «a última oportunidade para a paz».

«Devemos encarar o lado positivo, o balanço terá que ser feito e a posição de Portugal terá que ficar clara depois destes dias», conclui o Presidente, no final de uma visita aos centros comerciais do Martim Moniz e da Mouraria, no âmbito da iniciativas que tem dedicado às comunidades estrangeiras que residem em Portugal.