Manifestação pela Paz

Jamila Madeira defende participação do PS

A líder da Juventude Socialista vai pedir à comissão política do PS que o partido participe na manifestação pela paz, a realizar sábado, em Portugal e em várias cidades europeias.

A líder da Juventude Socialista (JS), Jamila Madeira, vai aproveitar a reunião, desta noite, com a comissão política do partido, para defender a participação do PS na manifestação de sábado contra a guerra no Iraque.

Ferro Rodrigues já se distanciou desta manifestação, argumentando que esta iniciativa pode ser complacente com Saddam Hussein. Opinião com a qual Jamila Madeira não concorda.

A líder da JS não considera que «os milhares de manifestantes na manifestação de Florença e que os muitos, espero, em Lisboa, sejam contra a democracia».

Se todos «são democratas, acreditam na ordem internacional, não acreditam no regime totalitário e autoritário e ditatorial de Saddam Hussein, necessariamente têm de ser contra a guerra», referiu Jamila.

Jamila Madeira acrescentou ainda que «enquanto jovens, que vimos os jovens do 25 de Abril sem guerra, acreditamos que se consegue».

Esta marcha pela paz vai repetir-se em várias cidades mundiais.