União Europeia

Seis chefes de Estado reúnem em Arraiolos

Jorge Sampaio reúne-se, este fim-de-semana, em Arraiolos, com os seus homólogos da Alemanha, da Finlândia, da Hungria, da Polónia e da Estónia. O objectivo é discutir, informalmente, o futuro da União Europeia.

Os presidentes de Portugal, da Alemanha, da Finlândia, da Hungria, da Polónia e da Estónia - três países da União Europeia (UE) e três do alargamento - debatem, este fim-de-semana, em Arraiolos, o futuro da Europa.

A ideia foi de Jorge Sampaio e esteve prevista para Abril, mas o conflito no Iraque obrigou ao adiamento.

O encontro é informal mas à margem da agenda formal europeia. O objectivo é que seja «um fórum de discussão livre, descontraída, sem constrangimentos» e não «um fórum de decisão», explicou o embaixador Morais Cabral, chefe da Casa Civil e porta-voz do Presidente da República, à TSF.

Em cima da mesa estarão os «grandes desafios que se colocam à Europa e o sentido que deve seguir a construção europeia», num momento em que «há muitas dúvidas», acrescentou.

Jorge Sampaio propõe quatro temas: o alargamento como grande oportunidade para a Europa; a Europa e os desafios do aprofundamento político; a Europa e os desafios da economia social de mercado e da sociedade de informação: cidadania europeia.

Morais Cabral rejeita que se fale de «diplomacia paralela» ao Governo, sublinhando que Durão Barroso «está ao corrente desta iniciativa» e apoia-a.