Oeiras

Caloiros «assaltam» banco

Onze caloiros do pólo do Tagus Park do Instituto Superior Técnico simularam esta quinta-feira um assalto a um banco em Oeiras. O «golpe», praticado no âmbito de uma praxe académica, pode custar-lhes a expulsão da universidade.

A praxe aos 11 caloiros consistiu numa simulação de assalto a um balcão da Caixa Geral de Depósitos em Oeiras.

Os alunos entraram pouco antes das 15:00 na dependência bancária com as caras tapadas simulando a posse de armas de fogo e gritaram «isto é um assalto».

O pânico instalou-se entre as pessoas que estavam no banco, mas uma empregada accionou o alarme, que levou a PSP de Oeiras a deslocar-se ao local.

Só quando a polícia chegou - e deteve os estudantes, entretanto já libertados - é que a «brincadeiraa» acabou.

A PSP já elaborou um auto de notícia que vai ser entregue ao Tribunal.

Os caloiros correm agora o risco de expulsão do Instituto Superior Técnico.

Mário Pimenta, vice-presidente da Associação de Estudantes daquele pólo universitário, já garantiu à TSF que nenhum dos alunos envolvidos fazia parte de alguma entidade da faculdade.

De acordo com o dirigente associativo, está já em curso um inquérito do conselho directivo da faculdade, que será seguido de um inquérito disciplinar.

Alguns dos envolvidos já foram identificados, garantiu o responsável.