Marte

Homenagem às vítimas do vaivém Columbia

A zona de Marte em que aterrou, no fim-de-semana, o robô «Spirit», vai ser baptizada de «Columbia Memorial Station» em homenagem aos astronautas que morreram em Fevereiro na desintegração do vaivém Columbia.

A Nasa decidiu baptizar o local onde o robô norte-americano «Spirit» pousou no planeta Marte como «Columbia Memorial Station», em memória da equipa que morreu no acidente do vaivém Columbia, em Fevereiro de 2003, anunciou o presidente da Nasa, Sean O'Keefe.

«A zona na grande superfície plana da cratera de Gusev onde 'Spirit' pousou este fim-de-semana vai ser chamada de 'Columbia Memorial Station'», declarou O'Keefe durante uma conferência de imprensa na sede da Nasa em Washington.

«Vmoas fazê-lo através dos procedimentos normais. Vamos pedir à União Astronómica Intenacional que baptize formalmente o sítio», acrescentou.

Uma placa de alumínio em memória dos astronautas mortos no acidente do vaivém seguiu colada no robô «Spirit» quando este descolou com destino a Marte.

Rick Husband, William McCool, Michael Anderson, David Brown, Laurel Clark, Kalpana Chawla e Ilan Ramon foram os sete tripulantes do Columbia que morreram quando o vaivém se desintegrou a 1 de Fevereiro.