Rosália Amorim

Rosália Amorim

Vamos falar de saúde?

Primeiro é preciso ver para depois crer nas mudanças prometidas para a saúde pública em Portugal. Nesta área, tão importante para os todos os portugueses, não basta mudar o estatuto ou criar uma direção executiva para que no setor, de um momento para o outro e qual passe de mágica, surja o dinheiro de que é preciso, os recursos humanos necessários, os equipamentos e a tecnologia que faltam ou que, da noite para o dia, a gestão desta área passa de besta a bestial.

Rosália Amorim

Olhar a natureza com outros olhos e responsabilidade

A pandemia de covid-19 e a guerra provocada pela Rússia podem estar a colocar em risco o nível de atenção dado pelos líderes, políticos e não só, aos temas relacionados com o clima. Mas as alterações climáticas desconhecem se o vírus assolou o mundo ou se Putin destruiu a Ucrânia. Como já alertou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, há reformas que não são adiáveis, referindo-se ao ambiente, à sustentabilidade e ao mar.

Rosália Amorim

A arma do consumo

A "vingança do consumo" ou o chamado "consumo por vingança" é um conceito que surgiu na década de 80 na China, relacionando o comportamento pós-Revolução Cultural ao crescimento súbito do consumo no país após a reabertura dos mercados. De repente, o consumo massivo eclodiu, após um período de longa privação de compras e visitas a espaços comerciais. Os economistas analisaram o movimento como uma tendência económica. Em 2022, a tendência volta a ganhar nova vida.