Palácio de Belém faz Festa do Livro pela primeira vez

A iniciativa é inteiramente dedicada à literatura em língua portuguesa.

A Festa do Livro de Belém é a concretização de um desafio lançado em maio à APEL pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para que se realizasse um evento nos jardins do Palácio de Belém, em torno do livro e da leitura.

Repto lançado e repto cumprido. Hoje abre portas a Festa do Livro, uma iniciativa que junta apenas autores de língua portuguesa. O secretário -geral da APEL, Bruno Pacheco, explica que esse foi o critério para a inscrição das editoras.

Bruno pacheco diz que a Festa junta apenas autores portugueses.

00:0000:00

Promovida pela Presidência da República e pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros, a Festa dos Livros vai abrir os jardins do palácio de Belém ao público. A visita é gratuita, mas quanto a descontos nos preços dos livros, a decisão cabe às editoras.

O secretário-geral da APEl fala do preço dos livros.

00:0000:00

A Festa do Livro de Belém, que decorrerá até domingo, conta com a participação de 40 editoras e mais de uma centena de autores. Além da venda de livros, apenas de autores lusófonos, existirá um programa cultural com sessões de autógrafos, música, cinema e atividades para crianças.

Amanhã, destaca-se uma atuação da cantora Cristina Branco, no Pátio dos Bichos e, no fim de semana, a exibição, no mesmo espaço, do filme "Visita ou memórias e confissões", de Manoel de Oliveira.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de