A aventura real da ilha açoriana que venceu os piratas virou banda desenhada

A história de como os habitantes do Corvo conseguiram defender a ilha contra piratas armados foi agora retratada num livro de banda desenhada.

No século XVII, as ilhas dos Açores estavam na mira dos piratas que navegavam no Atlântico. Portugal encontrava-se sob o domínio da dinastia filipina e os galeões espanhóis carregados de tesouros valiosos da América central paravam para reabastecer no arquipélago, tornando as águas açorianas um chamariz para corsários e piratas.

Os açorianos contaram muitas derrotas frente os corsários, até ao dia em que a população da ilha do Corvo decidiu resistir, atacando os piratas com pedras vulcânicas.

A proeza foi retratada pelo padre, o único que sabia ler e escrever na ilha, em documentos históricos que agora inspiraram José Ruy a recontar a história, agora aos quadradinhos.

O autor viajou até ao Corvo para conhecer a história, a paisagem e falar com os locais, que acabaram mesmo por servir de modelos às personagens desta BD.

"A Ilha do Corvo que venceu os piratas" foi apresentado em Lisboa este mês, depois do lançamento oficial na ilha do Corvo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de