Cultura

A Verdade e a Mentira

O Teatro Aberto estreia duas peças ao mesmo tempo com os mesmos atores, e a encenação de João Lourenço, amanhã, sexta feira, estreia A Verdade, e no sábado A Mentira.

A Verdade é uma peça do jovem dramaturgo parisiense Florian Zeller, que estreou em 2013 que o encenador João Lourenço coloca nos anos cinquenta, dois casais, dois casais amigos, as personagens mantêm o nome próprio, Miguel Guilherme, Joana Brandão e Paulo Pires e Patricia André, a verdade que é mentira e a mentira que se torna verdade é o conceito e palavra que se confunde. Nesta primeira peça estamos Na Verdade, Patrícia é mulher de Miguel e tem um caso com o Paulo que é o melhor amigo de Miguel que é casado com a Joana. Estamos na verdade, dois casais, nos anos 50 vivem na mentira, hoje estreia a Verdade

A interpretação de ambos os espectáculos é de Joana Brandão, Miguel Guilherme, Patrícia André e Paulo Pires. Dois espetáculos diferentes, representados, pelo mesmo elenco. Com subtileza e humor, ambos promovem: a discussão e a reflexão sobre as variáveis da verdade e da mentira na vida quotidiana e mostram como a arte de representar se podedesdobrar em múltiplos sentidos.

A Verdade, do Teatro Aberto estreia amanhã sexta feira, na sala vermelha e fica quarta e sexta às 9 e meia da noite e no domingo às 6 e meia da tarde. A outra peça Mentira estreia sábado na sala azul e que vem amanhã ao FILA J

  COMENTÁRIOS