Fila J

Por Detrás dos Panos do Circo, Breu!

Breu, é um espectaculo de Joana Moraes, à volta do circo tradicional. Nos bastidores do circo.

Breu, é o lado mais escuro do circo tradicional, de família, quando a luz está apagada, é o breu que se instala, Joana Moares viveu nestes circos de famílias e para lá do glamour das luzes, há um lado escuro, quem está neste circo de família, vive o circo todos os dias a qualquer hora, são os dias que fazem os dias de circo e aqui neste espetáculo Gilberto Oliveira do coletivo Musgo diz que é um dos elementos de estudo deste espetáculo. Breu é esse momento de vida, nos bastidores, quando as luzes da pista estão apagadas e é preciso fazer o resto da vida, o dia a dia, de um circo, para lá do pano. Os dramas e o riso do palhaço, que é também equilibrista e conduz o camião e monta a tenda, é uma família de circo em breu.

PUB

direção artística e criação Joana Moraes construção de texto Joana Moraes cenografia Coletivo Monte figurinos Inês Mariana Moitas desenho de luz Manuel Alão sonoplastia Joana Moraes, João Pedro Brandão produção executiva Marta Lima interpretação e cocriação Ana Vargas, Gilberto Oliveira, Joana Moraes, João Pamplona, Pedro Roquette, Sara Costa artistas circenses Margarida Monteny, Maria Brunale, Sara Sabina Arizmendi, Valentina Quargemtam coprodução Musgo, TNSJ

Breu Estreia quinta feira no Teatro Carlos Alberto, no Porto e fica só até sábado 23 de Fevereiro, quarta e sábado às 7 da tarde, quinta e sexta às 9 da noite e domingo às 4 da tarde

  COMENTÁRIOS