Fila J

Três atrizes, Mãe e duas Filhas com histórias reais

O Abraço, é teatro a partir de histórias reais, uma mãe e duas filhas encenadas por Cládio Hochman.

A mãe e as duas filhas, são as as três atrizes, e cantam e dançam, e as atrizes Esmeralda Pereira, Maria Carolina Sousa e Ana Isabel Sousa são mãe e filha. O encenador Cláudio Hochman criou esta ideia como forma de fazer teatro documental. O que é teatro e o que é real, ou ficção, juntar estas histórias, da relação destas três mulheres, que são mãe e filhas e também atrizes, não só a relação das três mas também a relação que têm com o trabalho de teatro. Ana Isabel Sousa é uma das atrizes que fez a personagem que pode ser ela própria, fala no desafio que foi ouvir a proposta para expor em palco a relação que tem com a mãe e a irmã, é abrir uma imensa janela sobre a sua própria vida, nunca pensou que ficaria tão exposta e ao mesmo tempo tão atrás de um texto que tantas vezes dito, deixa que um problema no passado deixasse de ser agora. O Abraço, pode ser a reação a esta peça, quando chegarmos a casa, olharmos as relações dos outros pode abrir portas para as nossas relações, com um Abraço.

O Abraço, na sala estúdio do teatro da Trindade, em Lisboa, estreia amanhã e fica de quarta a sábado às 21.45 e aos domingos às 5 da tarde, ainda até 4 de março

  COMENTÁRIOS