Cartaz da "Guerra das Estrelas" censurado na China?

Racismo? Não há uma explicação oficial nem a Lucas Film falou sobre o assunto. Entretanto, descubra as diferenças.

A versão chinesa do cartaz oficial da nova "Guerra das Estrelas" tem várias diferenças.

Na mais evidente, "Finn", interpretado pelo ator John Boyega e uma das personagens centrais da história, foi encolhido e relegado para segundo plano no cartaz.

Mas há outra inovação na versão chinesa do cartaz, que atinge atores que não são brancos: "Maz Kanata" (pela atriz Lupita Nyong'o) ou "Poe Dameron" (interpretado por Oscar Isaac) desapareceram do cartaz.

E até Chewbacca foi eliminado.

O jornal britâncio The Guardian garante que se trata do poster oficial, a anunciar a estreia na China para 9 de janeiro (em Portugal dia 17 deste mês) e fala em racismo.

Nem a Disney nem a Lucas Film, que produziram "O Despertar da Força", falaram sobre o assunto, mas não é a primeira vez que o cartaz de um filme com atores negros sofre uma limpeza na China.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados