Património

Bonecos de Estremoz são Património Cultural Imaterial da UNESCO

A classificação foi anunciada esta madrugada na Coreia do Sul. Conheça algumas das figuras na fotogaleria.

A UNESCO classificou como Património Cultural Imaterial da Humanidade a produção dos "Bonecos de Estremoz", mais conhecidos como "Bonecos de Estremoz", na 12.ª Reunião do Comité Intergovernamental da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) para Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, na Coreia do Sul.

As primeiras referências ao figurado de Estremoz são de princípios do séc. XVIII. Estas figuras, com mais de 300 anos de história, são feitas em barro, pintado com cores coloridas e representam o quotidiano das gentes alentejanas.

Há mais de uma centena de figuras identificadas. São exemplo os Presépios de Altar, e figuras como "o Amor é Cego", "a Primavera" ou os "Fidalgos e Fidalguinhos".

A candidatura a Património Cultural Imaterial da Humanidade foi apresentada pela Câmara Municipal de Estremoz, no distrito de Évora.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

  COMENTÁRIOS