chocalho na Unesco

Candidatura do chocalho considerada "exemplar"

A TSF está na Namíbia a acompanhar a apresentação da candidatura da arte chocalheira a Património Mundial com necessidade de salvaguarda urgente.

A candidatura portuguesa para a preservação da arte chocalheira do Alentejo deve ser discutida terça-feira, na reunião do Património Mundial da Unesco. O encontro decorre este ano na Namíbia, em Windhoek.

PUB

As expectativas da comitiva portuguesa são elevadas, até porque o primeiro relatório do corpo de avaliação do comité intergovernamental considerou a candidatura exemplar e aconselha a inscrição do fabrico do chocalho na lista do património com necessidade de salvaguarda urgente.

O presidente do Turismo do Alentejo, a entidade que promove esta candidatura, disse à TSF que tem expectativas positivas. António Ceia da Silva lembra que "para o Turismo, hoje, as questões identitárias são decisivas. O novo turista quer destinos diferenciadores e distintivos". Por isso, era importante esta classificação do chocalho.

A embaixadora de Portugal em Windhoek, Helena Paiva, diz que o chocalho desperta muita curiosidade na Namíbia, um país com um grande peso do mundo rural. "Não podia ser melhor país onde esta candidatura pudesse ter lugar".

A TSF viaja a convite do Turismo do Alentejo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.