Cinema todo o dia em Faro para lembrar os irmãos Lumiére

Mais de um século depois da primeira sessão pública de cinema, o Cine Clube de Faro vai lembrar a data com o Dia do Cinematógrafo.

É um dia para assinalar outro muito especial que se passou há 123 anos. Quando a 28 de dezembro de 1895 os irmãos Lumiére apresentaram em Paris a primeira sessão pública paga de cinema.

Ao longo da jornada o Cine Clube de Faro vai apresentar 3 filmes no Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ). Logo a começar de manhã com uma sessão mais dirigida às crianças."É um filme mudo, o Homem da Manivela, do Buster Keaton", revela Graça Lobo, da direção do Cine Clube de Faro.

A instituição, um dos cineclubes mais antigos do País, criado em 1956, leva ao público outro clássico do cinema,"A Serenata à Chuva" com Gene Kelly, um filme musical. À noite prepararam uma iniciativa especial."É um jantar aberto a 33 espetadores, tal como em 1895 em Paris" e na mesa será posta uma ementa francesa.

Logo a seguir será exibido o filme do realizador Edgar Pera "O Espectador Espantado"." É um filme manifesto", diz Graça Lobo, uma sessão onde é questionado o papel do espetador e o ainda espanta quem vê cinema no século XXI.

Depois da exibição do filme está prevista uma tertúlia regada a chocolate e vinho quente.

Continuar a ler