Morreu Imre Kertész, Nobel da Literatura húngaro

O Prémio Nobel da Literatura 2002 morreu esta manhã, vítima de doença prolongada. Tinha 86 anos.

Imre Kertész, escritor judeu húngaro, nascido a 9 de novembro de 1929 em Budapeste, foi um dos sobreviventes dos campos de concentração nazis, para onde foi deportado apenas com 15 anos.

Essa experiência iria para sempre marcar a vida e obra de Kertész, autor de "Sem Destino" e de vários outros livros sobre a sua experiência em Auschwitz e Buchenwald. Há quatro anos, Kertész tinha anunciado que já não queria continuar a escrever por ter concluído a obra sobre o Holocausto.

Segundo a Academia Sueca, quando o agraciou em 2002, a obra de Imre Kertész retratava os campos de concentração nazis como "a derradeira verdade" sobre o quão baixo os seres humanos conseguem chegar.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de