Spaghetti, laranjas e uma maratona de cinema no CCB

A trilogia "O Padrinho" vai ser exibida na íntegra, este domingo, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Pelo meio, há um almoço com "spaghettata" e um lanche italiano.

Uma vez por mês, o Centro Cultural de Belém (CCB) dedica o domingo a filmes com mais de 30 anos, mas a escolha de março é inédita. Pela primeira vez, em vez de um único filme vão ser exibidos os três volumes da saga "O Padrinho", realizados por Francis Ford Coppola.

Uma escolha ousada que Elísio Summavielle, presidente do conselho de administração do CCB, espera que resulte. "Foi uma ideia tida no ano passado. Quando se falou na trilogia "O Padrinho" na altura eu perguntei 'porque não passar tudo num dia?' As opiniões divergiram, que era uma loucura, que era um massacre. Enfim, vamos finalmente fazer esta experiência".

Para ajudar a aguentar a maratona cinéfila, o CCB preparou também um almoço e um lanche com ementas inspiradas nos filmes, pagos à parte. Ao almoço, entre o primeiro e o segundo filme, será servida uma "spaghettata" e ao lanche haverá gelados e doces italianos.

Questionado sobre se haverá também laranjas, Elísio Summavielle garante que apenas não haverá "cabeças de cavalo" numa referência a uma das cenas mais famosas do primeiro filme.

Quanto às laranjas, esta fruta que aparece muitas vezes na trilogia, principalmente para antecipar cenas de mortes, o que levou muitos fãs a questionarem o simbolismo. No entanto, garantiram os produtores, não há nenhum significado especial, pois as laranjas funcionavam apenas como contraste com cenas muito escuras.

Continuar a ler