Embaixador diz que polémica com Tony Carreira não faz sentido

Cantor foi condecorado pelo governo francês e lamentou não ter sido possível receber a medalha na embaixada de Portugal. O embaixador explica à TSF que não é essa a prática habitual e existem regras.

Tony Carreira recebeu uma condecoração do governo francês. O cantor é a partir de agora cavaleiro das Artes e Letras, numa Ordem que conta, entre outros artistas, com nomes como David Bowie, Bob Dylan ou as portuguesas Amália Rodrigues e Mariza.

A forma como esta condecoração foi entregue a Tony Carreira está contudo a levantar polémica nas redes sociais. Tudo porque a embaixada de Portugal em Paris recusou que a medalha fosse entregue nas suas instalações.

Na página oficial no Facebook, o cantor salientou: "Quando tomei conhecimento desta condecoração pedi se seria possível entregarem-me a medalha na embaixada de Portugal em Paris (a embaixada do meu país)".

Um pedido que segundo o cantor foi "recusado pelo embaixador de Portugal em Paris". Tony Carreira não adianta mais pormenores: "Tive pena, fiquei triste, mas não mexe em nada com o meu orgulho em ser português".

O post de Tony Carreira já leva mais de 1.200 comentários, com muitos fãs a criticarem a posição do embaixador.

Embaixador garante que não quis melindrar cantor

Em declarações à TSF, o embaixador de Portugal em França explica que a polémica não faz sentido. Moraes Cabral começa por felicitar o cantor "Tony Carreiras [sic] pela condecoração atribuída pelo governo francês".

Moraes Cabral felicita o cantor, mas diz que "seria estranho" que a condecoração francesa fosse imposta na embaixada de Portugal

00:0000:00

O diplomata acrescenta que nunca chegou a falar "sobre a questão com o cantor Tony Carreiras pois ele ligou para a embaixada mas foi numa altura em que não podia falar".

O embaixador explica que soube depois que o condecorado gostaria de receber "a condecoração francesa na embaixada de Portugal, algo que deve ser feito num local do país" que homenageia o artista.

Moraes Cabral argumenta: "Seria um bocadinho estranho que uma condecoração francesa fosse imposta na embaixada de Portugal e porventura até por mim... pois não é essa a prática corrente".

O embaixador diz que a questão "não tem grande importância"

00:0000:00

O embaixador diz contudo que lamenta se "o cantor Tony Carreira se sente melindrado com esta atitude pois não houve qualquer intenção, mas apenas atuar de uma forma consistente com a prática internacional que tem regras".

Moraes Cabral diz que "Tony Carreira não estará muito ao corrente do que é a prática internacional"

00:0000:00

Moraes Cabral acrescenta que nunca falou "com o cantor Tony Carreiras" [sic], mas admite que fez saber que era esta a posição da embaixada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de