Música

Em dia de aniversário, está aí o novo disco de David Bowie

David Bowie completa esta sexta-feira 69 anos de idade mas é o artista que oferece uma prenda aos fãs. "Blackstar" é o mais recente trabalho de David Bowie, mais uma autorreinvenção do cantor que, desta vez, vem acompanhado de um quarteto.

Gravado no estúdio The Magic Shop, no bairro do Soho, em Nova Iorque, «Blackstar» teve produção do próprio Bowie e de um velho amigo, o consagrado Tony Visconti que, no passado, já havia produzido importantes álbuns de Bowie, como por exemplo os históricos «Diamond Dogs» (1974), «Young Americans» (1975), «Low» (1977) ou «Scary Monsters (And Super Creeps)» (1980).

PUB

Este novo trabalho representa mais uma autorreinvenção de Bowie, agora acompanhado de nova banda: um quarteto liderado pelo saxofonista Donny McCaslin.

Ao contrário da inteira surpresa do regresso, há três anos, com o álbum «The Next Day», também editado no seu dia de aniversário em 2013, «Blackstar», editado esta sexta-feira, não constitui um acontecimento inesperado na longa carreira de David Bowie.

Ainda em 2014 foi editado o tema "Sue (In a Season Of Crime)", que assinalou o Record Store Day desse ano (17 de Novembro), agora regravado. Já no ano passado foi editado em single, no dia 20 de novembro, o tema título "Blackstar". O segundo single, "Lazarus", foi editado em 17 de dezembro de 2015 e o vídeo estreou esta quinta-feira.

O álbum «Blackstar» contém sete temas muito diversos uns dos outros, espalhados por pouco mais de 40 minutos de música.

Neste novo disco abre-se novamente espaço ao experimentalismo e à improvisação. Encontram-se texturas Free-Jazz pós-modernas, som industrial, ambiente progressivo e Soul eletrónica. Mas as liberdades sónicas não apagam a marca identitária que Bowie sempre apresentou em meio século de carreira a solo.

As letras das novas canções de Bowie falam de pássaros azuis, filhos pródigos e corpos celestes, entre outras paisagens, com maneirismos vocais que, não poucas vezes, fazem reemergir a figura lendária de Scott Walker.

Capa do álbum Blackstar© Direitos Reservados

Nas palavras do produtor Toni Visconti, "um álbum de Bowie é quase tão complicado como a galáxia em que nós vivemos."

Com contornos conceptuais, o álbum «Blackstar» começou a dar os primeiros passos em junho de 2014, com várias sessões de gravação, que terminaram em março do ano passado.

Hoje, dia 8 de janeiro de 2016, é editado o álbum «Blackstar» de David Bowie, o vigésimo quinto registo de originais do autor de "Changes".