Música

Lennon: o legado vive

Completam-se, esta terça-feira, 35 anos sobre a morte de John Lennon. O músico foi assassinado à porta de casa, no edifício Dakota, perto do Central Park, em Nova Iorque. Apesar do tempo, o músico continua a ser recordado em todo o mundo.

Um alegado admirador, chamado Mark Chapman, atingiu mortalmente a tiro John Lennon. O mesmo homem de 25 anos a quem Lennon havia dado um autógrafo horas antes, nesse mesmo dia 8 de dezembro de 1980.

PUB

Foi o primeiro dos quatro Beatles a morrer e, desde então, a memória do autor de "Imagine" não esmoreceu, continuando a ser recordado um pouco por todo o mundo, até aos dias de hoje.

Trinta e cinco anos depois da morte de John Lennon, aos 40 anos de idade, persiste o legado do antigo membro dos Beatles, com sete álbuns gravados em nome próprio, entre 1970 e 1980.

O último disco, «Double Fantasy» (que inclui o famoso tema "Woman"), foi editado poucas semanas antes do dia em que Lennon morreu.

Discografia de John Lennon entre 1970, ano em que os Beatles terminaram, e 1980, ano da morte de Lennon:

1970 - John Lennon/Plastic Ono Band

1971 - Imagine

1972 - Sometime In New York City [com Yoko Ono]

1973 - Mind Games

1974 - Walls And Bridges

1975 - Rock 'n' Roll

1980 - Double Fantasy

A canção "Imagine" é a mais famosa composição a solo de John Lennon e o single de maior sucesso na sua carreira.

John Winston Lennon

9 de outubro 1940, Liverpool - 8 de dezembro 1980, Nova Iorque.