O som que o Stradivarius tem

É uma das jóias da coroa do espólio do Museu da Música. Tem 290 anos e pertenceu ao rei D.Luís I. O violoncelo Stradivarius Chevillars, Rei de Portugal, saiu esta sexta-feira do Museu para a Fundação Gulbenkian.

O único instrumento em Portugal feito pelo mestre italiano António Stradivari vai ser a estrela do concerto solidário de apoio aos refugiados que se realiza no domingo, às 19:00, na Fundação Calouste Gulbenkian.

A casa já está esgotada mas esta é mesmo uma das raras oportunidades de ouvir o violoncelo pelo qual se apaixonou o violoncelista russo Pavel Gomziakov. Ele vai tocar com a Orquestra Gulbenkian no Grande Auditório da Fundação.

A TSF foi perceber o som e a história deste tesouro nacional com a ajuda da diretora do Museu da Música Graça Mendes Pinto e o diretor adjunto do departamento de música da Gulbenkian.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de