Convento dos Capuchos em obras

Parques de Sintra investe 3 ME no restauro do Convento dos Capuchos

A sociedade Parques de Sintra-Monte da Lua informou hoje que iniciou, no final de outubro, as obras de requalificação e restauro do Convento dos Capuchos, num investimento global de 3 milhões de euros.

Em comunicado, a empresa indica que a conclusão dos trabalhos está prevista para 2018 e o objetivo da intervenção é "preservar o espírito do local".

As obras arrancaram no final de outubro e vão decorrer de forma faseada, englobando a recuperação da envolvente paisagística e do sistema de águas tradicional e o restauro de todos os elementos construídos.

"Além da preservação do conjunto monumental de elevado valor patrimonial, pretende-se dotar o Convento dos Capuchos de melhores condições para acolher os visitantes através da revisão e instalação de novos equipamentos de apoio à visita, da introdução de iluminação e da beneficiação das infraestruturas de água, esgotos, energia, comunicações e combate a incêndios", descreve a Parques de Sintra.

Antes de arrancarem as obras foi realizado um "longo e aprofundado estudo da história do local e do estado de conservação dos edifícios", foi feito um levantamento de soluções técnicas, de materiais originais e da flora existente e a realização de sondagens arqueológicas para aprofundar o conhecimento sobre o monumento.

O projeto de restauro e valorização do Convento dos Capuchos abrange três zonas distintas: o interior da cerca conventual, o exterior da cerca conventual e parte da Tapada de D. Fernando II, onde se situam o parque de estacionamento, as antigas instalações do parque de campismo e a Reserva de Burros.

Os trabalhos no interior da cerca contemplam a reabilitação e reposição de pavimentos originais, em saibro e calçada irregular de granito, e a recuperação de remates, canteiros, escadas, muros e muretes.

Nesta zona serão ainda recuperados o sistema tradicional de distribuição de águas, tanques e fontanários, as hortas e a mata autóctone da cerca conventual e área envolvente.

Já o edifício do Convento e as capelas do Ecce Homo e do Senhor no Horto serão alvo de um restauro cuidado, que visa conter a degradação do monumento.

A intervenção compreenderá a recuperação das coberturas, o restauro dos revestimentos interiores e exteriores e dos elementos decorativos. No edifício do Convento será ainda instalada iluminação no interior e um novo sistema de prevenção de ignição de incêndios por aspersão nas coberturas.

Apesar das obras, o Convento dos Capuchos continuará aberto ao público.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de