A estreia do Benfica de Jorge Jesus: "É a nossa primeira final. Não direi que há pressão"

Jorge Jesus sacode a pressão no primeiro jogo oficial que é fundamental para o sucesso na época encarnada: o acesso à fase de grupos na Liga dos Campeões.

Depois de várias dezenas de milhões investidos na renovação da equipa e do corpo técnico, o Benfica joga esta terça-feira o primeiro encontro oficial da nova era do clube. A comandar o leme está uma cara bem conhecida dos adeptos: Jorge Jesus. Na antevisão do encontro frente ao PAOK, o técnico português, habituado aos grandes palcos, descarta a pressão.

"É a nossa primeira final. Não direi que há pressão. Esta pressão diz-me alguma coisa? Zero. Estou habituado a tantas pressões... Ao longo dos meus anos, no Benfica e não só. Faz parte dos grandes jogadores, dos grandes treinadores e das grandes equipas. Sentem zero pressão porque jogam para títulos", disse o treinador do Benfica.

No Benfica renovado, há muita expectativa em relação aos novos reforços da equipa. Na conferência de imprensa em Salónica, Jorge Jesus admitiu que todas as caras novas do plantel encarnado têm surpreendido.

"Todos os novos me estão a surpreender, é uma equipa jovem que tem noção de onde quer ir. Hoje a valorização dos jogadores é em função da transferência. São reforços não para jogar no onze, mas, sim, para fazer parte do plantel. Há quem entre logo à partida, mas não quer dizer que seja assim no futuro. Há os que vão jogar, mas não quer dizer que todos têm logo lugar. Comigo têm de demonstrar. Mas todos eles me têm surpreendido", disse.

Jorge Jesus também abordou o único caso de Covid-19 no plantel: Svilar não viajou com a equipa por estar infetado. Ora, o treinador das águias só mostrou reservas caso "um jogador infetado fique sem treinar duas semanas". O jogo será disputado à porta fechada por causa da pandemia, algo que Jesus lamenta.

"O facto de não ter público não beneficia ninguém, nem quem joga em casa nem quem joga fora. Os grandes clubes com massa adepta muito grande, normalmente, são mais prejudicados, mas, para o futebol em si, não é bom para os jogadores de nenhuma equipa", frisou.

Os encarnados disputam esta terça-feira em Salónica a terceira pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões frente ao PAOK, uma equipa treinada pelo português Abel Ferreira. O encontro está agendado para as 19h00.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de