A luz apagou-se. Rui Vitória já não é treinador do Benfica

Técnico não resistiu à derrota por 2-0 frente ao Portimonense, com autogolos de Ruben Dias e Jardel.

O Benfica anunciou esta quinta-feira, através de comunicado à CMVM , o acordo para a saída de Rui Vitória do comando técnico das águias.

"A Sport Lisboa e Benfica -- Futebol, SAD informa (...) que chegou a um princípio de acordo com o treinador Rui Vitória para a rescisão do contrato de trabalho desportivo com efeitos imediatos", pode ler-se na nota enviada pelo clube ao regulador de mercado.

O Benfica resistiu mais de uma década à mudança de treinador no decorrer de uma época, mas nas 14 ocasiões anteriores em que tal aconteceu apenas por uma vez conseguiu conquistar o título nacional de futebol.

Desde que Luís Filipe Vieira está na presidência do Benfica, esta é a terceira vez que a equipa troca de treinador a meio da época. Em nenhuma delas as 'águias' venceram o campeonato nacional.

Certo é que, após a decisão tomada de que Rui Vitória está mesmo de saída, o Benfica apresentou a solução para os próximos tempos.

O técnico da equipa B, Bruno Lage, vai assumir o comando da equipa principal dos encarnados.

Esta não é a primeira vez que o nome de Bruno Lage está em cima da mesa para o comando da equipa principal do Benfica. Já aconteceu no fim de novembro, após goleada do Bayern de Munique aos encarnados, e acaba por se tornar uma realidade depois de mais um desaire, desta vez contra o Portimonense, com dois autogolos do Benfica.

Os números já demonstravam que os resultados obtidos por Rui Vitória na sua passagem pelo Benfica vinham constantemente a piorar, tal como com desempenho da equipa. Leia a análise de João Nuno Coelho ao treinador que deixa agora a equipa dos encarnados.

Esta manhã, em declarações à TSF, Rui Gomes da Silva critica os recentes planos de Luís Filipe Vieira e especificou que o problema não se resume a Rui Vitória e ao plantel.

"O projeto de Luís Filipe Viera está esgotado", critica Rui Gomes da Silva. "Como tudo na vida, até porque quem lá está acha sempre tudo irrelevante, quando ganham vão para o Marquês, porque pensam que foram os dirigentes que ganharam, depois quando perdem é sempre tudo muito irrelevante."

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de